domingo, 30 de dezembro de 2012

MUDANÇAS...

                               Tela de Van Gogh - Noite estrelada sobre Rio Rhône

Não se acostume com o que não o faz feliz, revolte-se quando julgar necessário. 
Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas. 
Se achar que precisa voltar, volte! 
Se perceber que precisa seguir, siga! 
Se estiver tudo errado, comece novamente. 
Se estiver tudo certo, continue.
Se sentir saudades, mate-a. 
Se perder um amor, não se perca! 
Se o achar, segure-o!

Fernando Pessoa

ESPERANÇA...AMOR...FÉ



À DESCOBERTA DO AMOR 

Ensaia um sorriso 
e oferece-o a quem não teve nenhum. 
Agarra um raio de sol 
e desprende-o onde houver noite. 
Descobre uma nascente 
e nela limpa quem vive na lama. 
Toma uma lágrima 
e pousa-a em quem nunca chorou. 
Ganha coragem 
e dá-a a quem não sabe lutar. 
Inventa a vida 
e conta-a a quem nada compreende. 
Enche-te de esperança 
e vive á sua luz. 
Enriquece-te de bondade 
e oferece-a a quem não sabe dar. 
Vive com amor 
e fá-lo conhecer ao Mundo.
Mahatma Gandhi

Palavras de reflexão para épocas tão conturbadas... que nos inspirem a sempre buscarmos o nosso melhor como ser humano!

FELIZ 2013 !!! PAZ E LUZ !!!


Gifs e Mensagens



"Procuro semear otimismo e plantar sementes de paz e justiça. Digo o que penso, com esperança. Penso no que faço, com fé. Faço o que devo fazer, com amor. Eu me esforço para ser cada dia melhor, pois bondade também se aprende. Mesmo quando tudo parece desabar, cabe a mim decidir entre rir ou chorar, ir ou ficar, desistir ou lutar; porque descobri, no caminho incerto da vida, que o mais importante é o decidir."
Cora Coralina

Amigos e leitores, como diz Cora Coralina o importante é decidir... Nesta passagem de Ano Velho para o Novo, tomemos as rédeas de nossa vidas e vamos à luta!
Nossa zona de conforto quando depara com situações inovadoras, nos faz sentir medos, receios, que só existem em nossa mente!
Em 2013 vamos nos desafiar...Renovemos nossos desejos, ultrapassemos os percalços...rumo à concretização dos nossos sonhos! 

Feliz Ano Novo!!!

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

NASCER TODOS OS DIAS, ISTO É NATAL!




Nasce entre nós um menino, é NATAL para os cristãos, anúncio do milagre da VIDA!
Na busca constante de um sentido para viver, os que creem encontram em Jesus um legado importante, Seus ensinamentos nos mostram onde reside nossa sabedoria, nossa força, toda a potencialidade e essência superior que nos conecta ao Divino.
Por onde passa, deixa um rastro de LUZ que ilumina o caminho da PAZ, da VERDADE e do AMOR pela humanidade e por todas criaturas.

Todos podem seguir seus passos, porém esse caminho é de pedras, muitos tropeçam, outros desistem, cada vez mais pessoas se acomodam na zona de conforto e permanecem distantes da Força Criadora que nos impulsiona para algo mais.
As pedras são elementos da realidade e existem para serem utilizadas na construção da GRANDE OBRA, o mundo herdado do Pai que confiou a cada um de nós a missão de cuidar, produzir e evoluir.

Nossa vida transitória é uma viagem de busca e aprendizado, mas tudo o que nos é revelado precisa ser traduzido em AÇÃO, pois a evolução é fruto do trabalho e de nada adianta restringir o conhecimento, aptidões e habilidades ao mundo dos sonhos e do imaginário.

Acreditar que a alma que clama por felicidade encontrará tudo o que procura nos bens de consumo é reduzir nossos ideais a conquistas efêmeras, pois o que é passageiro, mesmo que seja importante, não é suficiente para nos preencher plenamente diante de tantas possibilidades que gritam no íntimo do ser humano.
Sabemos que somos muito mais que matéria, posições e poder.

Passamos o período do Advento - tempo de preparação para celebrar a vinda de Jesus, chegamos às vésperas do grande DIA e nos aproximamos de um novo ano. É tempo de refletir sobre a coerência entre nossas palavras e atitudes.

No momento da celebração, que o nosso coração esteja preparado para compartilhar a alegria do Natal com aqueles que nos acompanham nessa caminhada.
Que o Senhor derrame suas bênçãos sobre nossas famílias e amigos queridos.

Que essas bênçãos se estendam aos familiares e amigos distantes, a todos os desconhecidos de todas as origens, de todos os credos, aos desamparados e aos que sofrem, aos vitoriosos que conquistaram o que fizeram por merecer. 

Aos que desviaram que reencontrem o rumo certo, aos que se nutrem da maldade que revejam seus atos, aos que promovem a discórdia e estimulam o ódio que se arrependam para que sejam dignos do perdão, aos que são perseguidos, mas que buscam a JUSTIÇA, nunca a vingança, que sintam alívio em seus corações. 

Que todos encontrem o Caminho de Cristo, defendendo Sua VERDADE.

Renovando os votos de Boas Festas, lembremos de oferecer ao menos uma prece ao principal aniversariante do dia.
Por isso, ofereço este texto como se fosse uma ORAÇÃO e que o melhor presente seja a partilha do AMOR e da HARMONIA nas famílias, entre amigos e vizinhos, no ambiente de trabalho, enfim, que os povos encontrem a PAZ!

Para que isso se realize, precisamos dar o primeiro passo, o compromisso de que cada dia de 2013 seja vivido como um Dia de NATAL!

O FIM (ou os fins) DOS QUE NUNCA SABEM DE NADA



Faltando poucos dias para o anunciado "fim do mundo", as pessoas se mostram tão apáticas que quase nada  se ouve a respeito, nem em tom de brincadeira.
Poucas vozes têm tratado do tema e a que mais me chama a atenção é a dos que creem numa nova tomada de consciência a partir da tal data. Seria o fim de um longo período "em branco", um vazio generalizado que tem envolvido a humanidade e vem dando espaço à uma onda de ações deletérias que assolam o mundo, mas que não despertam praticamente indignação alguma contra quem as pratica. 

No caso do Brasil, há uma década que as denúncias dos piores escândalos da República tem surtido efeito contrário ao que seria o razoável. Chefes do governo que vem protagonizando os mais graves esquemas de corrupção da história podem se dar ao luxo de amarelar, alegando que nada sabem, ou montam o espetáculo das "demissões", ficando assim liberados de prestar qualquer explicação. Todo mundo acredita e poucos questionam os resultados. 

A própria imprensa se encarrega de agir como juiz a favor dessas lideranças e já redige suas matérias afirmando a isenção de quem deveria ser responsável pelos funcionários que nomeia e pelos atos que pratica.

É assim que as coisas funcionam na política, no trabalho, nos relacionamentos de um modo geral. Em alguns casos predomina a decisão de quem fala mais alto, em outros dos que têm projeção social, mais dinheiro ou poder de influência.


Se o dia da tomada de consciência previsto por alguns não se concretizar e certas falácias continuarem se propagando como verdades, podemos dizer que a sociedade vai continuar conduzindo seus pensamentos de acordo com os "formadores de opinião" e os marqueteiros se consolidam definitivamente como as pessoas mais poderosas do Brasil.

domingo, 9 de dezembro de 2012

O SUAVE MILAGRE



O SUAVE MILAGRE

Ora entre Enganin e Cesareia, num casebre desgarrado, sumido na prega de um cerro, vivia a esse tempo uma viúva, mais desgraçada mulher que todas as mulheres de Israel. O seu filhinho único, todo aleijado, passara do magro peito a que ele o criara para os farrapos da enxerga apodrecida, onde jazera, sete anos passados, mirrando e gemendo. Também a ela a doença a engelhara dentro dos trapos nunca mudados, mais escura e torcida que uma cepa arrancada. E, sobre ambos, espessamente a miséria cresceu como bolor sobre cacos perdidos num ermo. Até na lâmpada de barro vermelho secara há muito o azeite. Dentro da arca pintada não restava um grão ou côdea. No Estio, sem pasto, a cabra morrera. Depois, no quinteiro, secara a figueira. Tão longe do povoado, nunca esmola de pão ou mel entrava o portal. E só ervas apanhadas nas fendas das rochas, cozidas sem sal, nutriam aquelas criaturas de Deus na Terra Escolhida, onde até às aves maléficas sobrava o sustento!

Um dia um mendigo entrou no casebre, repartiu do seu farnel com a mãe amargurada, e um momento sentado na pedra da lareira, coçando as feridas das pernas, contou dessa grande esperança dos tristes, esse rabi que aparecera na Galileia, e de um pão no mesmo cesto fazia sete, e amava todas as criancinhas, e enxugava todos os prantos, e prometia aos pobres um grande e luminoso reino, de abundância maior que a corte de Salomão. A mulher escutava, com os olhos famintos. E esse doce rabi, esperança dos tristes, onde se encontrava? O mendigo suspirou. Ah esse doce rabi! quantos o desejavam, que de desesperançavam! A sua fama andava por sobre toda a Judeia, como o sol que até por qualquer velho muro se estende e se goza; mas para enxergar a claridade do seu rosto, só aqueles ditosos que o seu desejo escolhia. Obed, tão rico, mandara os servos por toda a Galileia para que procurassem Jesus, o chamassem com promessas a Enganim; Sétimo, tão soberano, destacara os seus soldados até à costa do mar, para que buscassem Jesus, o conduzissem, por seu mando, a Cesareia. Errando, esmolando por tantas estradas, ele topara os servos de Obed, depois os legionários de Sétimo. E todos voltavam, como derrotados, com as sandálias rotas, sem ter descoberto em que mata ou cidade, em que toca ou palácio, se escondia Jesus.

A tarde caía. O mendigo apanhou o seu bordão, desceu pelo duro trilho, entre a urze e a rocha. A mãe retomou o seu canto, a mãe mais vergada, mais abandonada. E então o filhinho, num murmúrio mais débil que o roçar duma asa, pediu à mãe que lhe trouxesse esse rabi que amava as criancinhas, ainda as mais pobres, sarava os males, ainda os mais antigos. A mãe apertou a cabeça engelhada:
- Oh filho! e como queres que te deixe, e me meta aos caminhos, à procura do rabi da Galileia? Obed é rico e tem servos, e debalde buscaram Jesus, por areais e colinas, desde Chorazim até ao país de Moab. Sétimo é forte e tem soldados, e debalde correram por Jesus, desde Hébron até ao mar! Como queres que te deixe? Jesus anda por muito longe e nossa dor mora connosco, dentro destas paredes e dentro delas nos prende. E mesmo que o encontrasse, como convenceria eu o rabi tão desejado, por quem ricos e fortes suspiram, a que descesse através das cidades até este ermo, para sarar um entrevadinho tão pobre, sobre enxerga tão rota?

A criança, com duas longas lágrimas na face magrinha, murmurou:
- Oh mãe! Jesus ama todos os pequeninos. E eu ainda tão pequeno, e com um mal tão pesado, e que tanto queria sarar!
E a mãe, em soluços:
- Oh meu filho como te posso deixar! Longas são as estradas da Galileia, e curta a piedade dos homens. Tão rota, tão trôpega, tão triste, até os cães me ladrariam da porta dos casais. Ninguém atenderia o meu recado, e me apontaria a morada do doce rabi. Oh filho! Talvez Jesus morresse... Nem mesmo os ricos e os fortes o encontram. O Céu o trouxe, o Céu o levou. E com ele para sempre morreu a esperança dos tristes.
De entre os negros trapos, erguendo as suas pobres mãozinhas que tremiam, a criança murmurou:
- Mãe, eu queria ver Jesus...
E logo, abrindo devagar a porta e sorrindo, Jesus disse à criança:

- Aqui estou.

Eça de Queiroz

Fé...Esperança... sempre vivas em nossos corações!! Reflitamos sobre nossa verdadeira missão...
Numa época tão conturbada como a que vivemos, em geral parecemos alienados...consumistas...comemos e bebemos exageradamente...tanta violência...desrespeito ao outro e tantas outras coisas que nos desviam do caminho do Amor ao próximo! Sejamos mais cristãos nos 365 dias do Ano!!
Desejamos aos leitores de nosso blog um Santo Natal e 2013 pleno de realizações!!



ESCREVE-ME



Escreve-me! Ainda que seja só
Uma palavra, uma palavra apenas,
Suave como o teu nome e casta
Como um perfume casto d'açucenas!

Escreve-me!Há tanto,há tanto tempo
Que te não vejo, amor!Meu coração
Morreu já,e no mundo aos pobres mortos
Ninguém nega uma frase d'oração!

"Amo-te!"Cinco letras pequeninas,
Folhas leves e tenras de boninas,
Um poema d'amor e felicidade!

Não queres mandar-me esta palavra apenas?
Olha, manda então...brandas...serenas...
Cinco pétalas roxas de saudade...

Do livro D'Ele, Poemas de Florbela Espanca

PÉTALA QUE VOA...




"Quando eu tiver forças de ficar sozinho e mudo - então soltarei para sempre a borboleta do casulo. E mesmo que só viva um dia, essa borboleta, já me serve: que esvoe suas cores brilhantes sobre o brilho verde das plantas num jardim de manhã de verão. Quando a manhã ainda é cedo, se parece igual a uma borboleta leve. O que há de mais leve que uma borboleta. Borboleta é uma pétala que voa."

Trecho do livro " Um sopro de vida" de Clarice Lispector

“As pessoas mais felizes não têm as melhores coisas. Elas sabem fazer o melhor das oportunidades que aparecem em seus caminhos.”

“Um amigo me chamou pra cuidar da dor dele, guardei a minha no bolso. E fui.”

“Sorrisos e abraços espontâneos me emocionam. Palavras até me conquistam temporariamente. Mas atitudes me ganham para sempre.”

“Sabe o que eu quero de verdade? Jamais perder a sensibilidade, mesmo que às vezes ela arranhe um pouco a alma. Porque sem ela não poderia sentir a mim mesma...”

“O verdadeiro homem não é aquele que conquista várias mulheres, mas sim aquele que conquista a mesma várias vezes.

Frases da Clarice para inspirar-nos!

Feliz semana !

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

UM OLHAR

Eu uso a figura da rosa na internet e brinco com os amigos sobre os meus "espinhos", mas os espinhos da flor não ferem, funcionam como defesa contra quem a agride. 
No meu caso, a finalidade também é essa.
Ofereço a imagem como um presente, enquanto os espinhos servem apenas de escudo aos que precisarem de proteção. 
É assim que tento ser útil e ao mesmo tempo divertida.

Leiam abaixo como até os cactos podem inspirar um artista.
Vejam quanto significado além da aparência e da natureza das coisas.
Quanta sensibilidade ao destacar a utilidade dos cactos!

No blog de Elisa Fardilha (Mona Lisa)




Quem não tem cactos na vida?
Seus espinhos ferem o corpo,
mas às vezes também a Alma.
A água neles contida
p'ra todos seja conforto
e ao coração traga calma.

Agostinho Alves Fardilha 

terça-feira, 13 de novembro de 2012

"SABER" É VENCER OU BASTA SABER VENCER?



Pessoas comuns, que não se encontram em posição de destaque ou não têm ocupação formal, muitas vezes se sentem desestimuladas a fazer algo fora de sua rotina porque imaginam que não lhe darão crédito.
Pois bem, muitas personalidades conseguem grandes feitos realizando coisas simples. Mas quem acredita naquilo que faz, seja o que for, acaba dando certo porque sempre tem alguém buscando ideias, orientação ou mãos estendidas.

Um exemplo de atitude que repercutiu no mundo foi a iniciativa de uma moça que faz o que quase todo mundo faz, ou seja, manifestar sua opinião na internet, mas teve que superar um obstáculo que é uma realidade em países onde governos autoritários proíbem a liberdade de expressão e o acesso à informação. Isso torna sua atividade um ato heróico.
Acreditem, já tive muito medo de expor minhas opiniões, às vezes para não desagradar quem pensa de maneira diferente, outras por temer o que poderia acontecer. Pois a coragem da blogueira me animou, assim como o exemplo de vida de Ruth Cardoso me inspirou e me motivou à ação.

SABER VENCER ou SABER É VENCER?

São os questionamentos que perseguem as pessoas inquietas, que não ficam satisfeitas com os conceitos que são impostos à sociedade.
Pensam nisso as pessoas que buscam a realização pessoal e o crescimento como ser humano, por seus méritos, não pelos caminhos aparentemente fáceis.
Pessoas assim têm uma vida repleta de significados e quase sempre oferecem respostas, como também são responsáveis pelo surgimento de mais perguntas que despertam a curiosidade para novas descobertas.

Confuso?

Há pessoas cultas, que possuem muito conhecimento, outras são sábias porque adquiriram experiência e há aquelas que apenas pensam diferente e abrem os nossos olhos para questões até então menosprezadas.
Já houve um período de nossa história que chegaram a sugerir que cortassem a cabeça de quem ousasse pensar.
Será que, por este motivo, muitos ainda temem a reflexão e o uso da razão?
Seria essa uma das razões para que o ser humano permita que as emoções assumam o comando de suas decisões, o que muitas vezes engana ou ofusca a verdade?

Os acontecimentos históricos comprovam a incessante batalha entre a vontade própria e as imposições dos meios sociais. E  o que os "criadores de ondas" determinam acaba virando regra, porque parece ser mais cômodo seguir tendências do que pensar.
O filósofo Sócrates, por exemplo, ensinava nas praças e foi acusado de exercer uma influência nociva com suas ideias. Jesus caminhava pregando o amor, a paz e todas as virtudes. Tanto Sócrates quanto Jesus foram condenados pelo que consideravam um crime na época em que viveram, falar a verdade.

Esses fatos parecem tão distantes, entretanto, em pleno século XXI, a blogueira Yoani é uma digna representante de milhões de cidadãos que são perseguidos e até mesmo assassinados pelo simples fato de assumirem com coragem a defesa da liberdade de expressão em regimes autoritários.

Yoani Sánchez, com a força de um blog em Cuba, tornou-se uma das pessoas mais influentes do mundo e um símbolo na luta pela liberdade. Esse bem precioso está constantemente em risco também em países com regime democrático.
Para os que creem, Jesus é único. Mas que existam muitos Sócrates e Yoanis para que possam liderar movimentos de resistência contra as tentações que oferecem o "mundo" mas nos retiram a alma.

domingo, 11 de novembro de 2012

TEMPO



Texto: Mario Quintana
Tema: O Tempo
Locução: Brênio Gomes
Musica: Evanescence - My Immortal

NATUREZA ESPLENDIDA



 Feliz início de semana a todos!!!

 Música:  Nuvole Biache, de Ludovico Einaudi

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

POR QUE A MALDADE CONTAGIA?




Convivemos com centenas de pessoas e temos contato diário com algumas delas, poderíamos, então, afirmar que a maldade é a característica principal de todas elas ou da maioria?´
Óbvio que não.
Quando lembramos de familiares, amigos, colegas de trabalho, vizinhos e de todos que conhecemos pessoalmente ou não, certamente suas virtudes superam os prováveis defeitos. O que nos incomoda geralmente não é nada grave e quando algo passa do suportável, temos que reconhecer que é uma eventualidade.

Mas por que a maldade chama tanto a atenção sobre seus feitos?
As maravilhas da natureza e das ações humanas são tão evidentes, ao mesmo tempo sutis, porque acontecem sem estardalhaço. O bem não se destaca tanto quanto o mal, por mais que este seja reduzido, porque não faz barulho.

A flor que desabrocha, a mão estendida aos que precisam de ajuda, o sol que nasce, o mar que deságua na areia, enfim, até mesmo o beijo estalado é mais silencioso do que um grito de dor.

Entretanto, o que tem projeção pode surtir um efeito indesejado porque, cada vez mais, as pessoas buscam visibilidade. E é nesse sentido que o mau exemplo contagia, porque coloca até mesmo os mais fracos em evidência. Quem não adere pode se sentir excluído ou, muitas vezes, não resiste às pressões e se engaja nos piores grupos contrariando seus princípios e anseios.

Não faço aqui uma crítica aos indefesos ou aos que se encontram fragilizados por algum motivo, a fraqueza à qual eu me refiro é a do caráter, a do humano "desalmado" que não busca exatamente o melhor para si, mesmo que não se importe com o próximo, mas acredita que, para atingir seus objetivos, precisa destruir a reputação, a imagem ou a vida de terceiros.

Seres assim podem se sobressair, mas apenas nas trevas, como a sombra que precisa da escuridão para mostrar que existe.

Livros sagrados ajudam a explicar por que os espíritos perversos sobrevivem ao longo dos tempos, mesmo com os registros históricos que contam a queda de todos os que recorreram à maldade para conquistar coisas como dinheiro, fama e poder.
Nada, porém, nos oferece respostas definitivas, mas uma observação pode ter nexo, os caminhos tortuosos permanecem e há quem os escolhas por algum motivo. No percurso, tornam-se autores ou vítimas de seu erro.

Nossa!
Viajei nas profundezas de um mar revolto, assim ficou minha mente por alguns instantes, tudo para tentar entender quais as razões que aproximam as mais vis criaturas de pessoas generosas, porque são capazes de enganar os inocentes e fazer mal a quem só faz o bem.
Por que, afinal, a bondade não se alastra pelo mundo como uma onda arrastando multidões?
Acredito que ninguém saiba a resposta, mas uma coisa é certa, antes de tudo é preciso mostrar que dá certo. E para que isso seja possível, o bem tem que aprender a fazer muito barulho.

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

AS FLORES CANTAM NOS DIAS DE CHUVA




Tem dias que tudo parece vazio, por mais que as datas sejam apenas simbólicas.
Sabemos que passa, que a sensação faz parte do imaginário, mesmo assim é desagradável.
O que fazer, então?
Eu, pessoalmente, não acredito em fórmulas prontas. Creio que nesses casos a melhor solução é aquela que a gente constrói. Com o tempo desenvolvemos até um antídoto para evitar que certos sentimentos nos afete.

A tendência é buscarmos respostas na claridade, invocamos a luz, só damos crédito àquilo que já conhecemos ou no que alguma pessoa de confiança nos indica. 
A sensatez fala mais alto, mas há certos "riscos" que podem transformar nossas vidas.

É o que eu fiz quando resolvi aderir à tecnologia e participar das redes sociais. 
Escrevo, também, em vários blogs, alguns coletivos, e essa decisão serviu para compensar certas lacunas que até então eu ignorava. Não percebia que sobravam espaços para novas ideias, mas quando a gente começa a escrever, a vontade é de não parar jamais.

Nesse universo desconhecido, descobrimos que mais pessoas nos leem do que nos ouvem.
Muito mais....
Temas que incomodam os mais próximos muitas vezes são os mais procurados na internet.

Quantas vezes queremos abordar certos assuntos, mas não encontramos uma criatura disposta a conversar sobre o que propomos? 
O que resta fazer senão "dançar conforme a música?"

Se entre familiares e amigos, cada qual quer contar suas novidades, mas falta paciência para ouvir relatos de terceiros, na palavra escrita encontramos olhos que funcionam como um bom ouvido.
Se eu tomo cuidado para não incomodar com meus assuntos pessoais, aproveito para extravasar no Semeador de Sorrisos.

Essa é a amizade do século XXI,  ultrapassa fronteiras, supera obstáculos como a distância e dispensa a necessidade de apresentações formais.
No mundo virtual, o que cria vínculos e aproxima os afins é a palavra, é dela que devemos cuidar.

O que tudo isso tem a ver com a chuva?
Oras, é no que pensamos quando o sol não aquece o dia. 
Parece que fica tudo murcho, sentimos desânimo.
Aí é que está o grande engano, porque é nos dias de chuva que as flores se alegram.
Bons momentos de chuva a todos!

domingo, 28 de outubro de 2012

terça-feira, 23 de outubro de 2012

GANDHI E A ESPIRITUALIDADE CRISTÃ



Dom Aldo Pagotto
Arcebispo Metropolitano da Paraíba

Perguntaram a Gandhi o que leva o ser humano à destruição. 
Resposta: “a política sem princípios; o prazer sem compromisso; a riqueza sem trabalho; a sabedoria sem caráter; os negócios sem moral; a ciência sem humanidade; a oração sem caridade”. 

Resposta sábia e prudente, fruto da experiência de vida e não repetição de uma ideologia.
Gandhi explica sua vivência: 

“a vida me ensinou que as pessoas são amigáveis se eu sou amável. 
As pessoas são tristes, se estou triste. 
Todos me querem, se eu os quero. 
Todos são ruins, se eu os odeio. 
Há rostos sorridentes, se eu lhes sorrio. 
Há faces amargas, se eu sou amargo. 
O mundo está feliz, se eu estou feliz. 
As pessoas ficam com raiva quando eu estou com raiva. 
As pessoas são gratas, se eu sou grato. 

A vida é como um espelho. 
Se você sorri para o espelho, ele sorri de volta. 
A atitude que eu tome perante a vida é a mesma que a vida vai tomar perante mim. 
Quem quer ser amado, ame. 
O caminho para a felicidade não é reto. 
Existem curvas, os equívocos. 
Há semáforos, os amigos. 
Há luzes e faróis, a família. 
Tudo se consegue se você possui um estepe, a decisão. 
Há um motor poderoso, o amor. 
Há um bom seguro, a Fé. 
Há um combustível abundante, a paciência. 
Acima de tudo o motorista habilidoso, Deus”.

Nada se acrescente ao que Gandhi ensina. 
Somente agradeçamos a Deus e a Gandhi com uma frase de Teresa de Calcutá: 
“inútil botar nos nossos lábios as palavras se elas não brotam do profundo do coração”. 


Continuemos a extrair alguns sentimentos de Gandhi, com acenos cristãos. 
Chega-se aos graus de elevada sabedoria somente com uma profunda experiência vivida no cotidiano da vida. A vivência do amor é um dom dado pelo Pai. Em seu Filho Jesus, o Pai nos doa o seu Espírito. Quem recebe o dom de Deus serve aos semelhantes sob as mais diversas formas. 

O povo precisa de gente generosa que se disponha a servir, desprendida de vaidades. 

A verdade vivida esclarece a quem se equivocou. 
A paz é fruto da justiça, é também construção coletiva, não sem grandes sacrifícios. 
O empenho perseverante da caridade reconcilia corações feridos e divididos pelo ódio. 
A caridade é signo da fé que transforma os corações, provocando o reencontro daqueles que se desviaram do caminho ou que se perderam pelos desmandos da rejeição.

Os que buscam a espiritualidade não acreditam em ideologias. 

Para quem se sente frustrado pelas decepções e fracassos resta a lição do aperfeiçoamento. Ninguém consegue mentir a si mesmo por muito tempo. 
Assim também acontece com as ideologias que se desmascaram por si. 
O mal se destrói por si mesmo. Quem insistir na mentira a si próprio se sentirá dividido, enlouquecido, pois a mentira destrói. Jesus nos diz com certeza: 
“se permanecerdes na minha palavra, sereis verdadeiramente meus discípulos, conhecereis a verdade e a verdade vos libertará” (Cf. Jo 8, 32).

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

NÃO BASTA SER "MARAVILHOSA" E INVESTIR EM OBRAS, A CIDADE PRECISA DE QUEM CONSTRÓI VALORES

No Rio, a destruição de um bem tombado, por Ignez Barretto


O projeto para o metrô da Linha 1 em Ipanema, Zona Sul do Rio de Janeiro utiliza alta tecnologia nas escavações do túnel com o tatuzão, considerado o máximo em termos de engenharia para este tipo de obra.

No entanto, embora paradoxal, o governo fez a opção de construir a Estação N. Sra. da Paz em metodologia de vala aberta que implicará em diversos transtornos para a população - fechamento da praça, barulho, poeira e sobretudo a destruição e descaracterização de um bem tombado, a Praça N. Sra. da Paz, inegável valor ambiental, cultural , histórico etc.


O impacto no ambiente, na variada fauna e na sustentabilidade do bairro também serão severos. Árvores quase centenárias serão retiradas sem nenhuma garantia que resistirão a posterior plantio. Substituídas por mudas, levarão mais outros cem anos para chegarem à exuberância atual.

Causa perplexidade e espanto os motivos que levaram o Governo do Estado ter optado por método tão predatório se na mesma obra vai usar tecnologia de ponta.
Com o enorme crescimento das cidades, se faz cada vez mais premente o uso de seus subsolos para obras de infra estrutura.

Sendo impossível, e também não desejável, destruir o patrimônio cultural, arquitetônico, histórico, social e ambiental dos quais as cidades são guardiãs, a opção mais avançada em engenharia é a obra no método subterrâneo que não alcança a superfície.
Dessa forma os transtornos são mínimos para a população e a preservação fica totalmente garantida.

É completamente fora de propósito que a obra do metrô venha com o tatuzão escavando o túnel pela Rua Barão da Torre, e quando chega à Praça N. Sra. da Paz, bem tombado e que deveria estar na prioridade máxima de preservação por parte autoridades, o avanço todo para, e voltamos à idade da pedra em termos de engenharia usando técnicas que foram eficientes nos anos 60, mas que hoje são consideradas totalmente ultrapassadas.



Se existe tecnologia por que não utilizá-la?

É a memória da cidade que está em questão, assim como a obediência à legislação em vigor uma vez que a praça é um bem tombado.

Uma sociedade sem memória não é capaz de aprender com a sua experiência histórica e encontrar soluções criativas e inovadoras para seus problemas.

Ignez Barretto – coordenadora do Projeto de Segurança de Ipanema

Leia a íntegra em No Rio, a destruição de um bem tombado

domingo, 21 de outubro de 2012

O SOL SEMPRE BRILHA NUM CORAÇÃO AMIGO



Amigos não precisam de palavras tão belas para entender a beleza da amizade sincera.
Amigos não são convencidos, apenas compreendem
Amigos doam seu tempo aos que realmente são amigos, aos não tão amigos e aos que nem sabem o que é isso
Simplesmente são mensageiros do mais verdadeiro dos sentimentos
Por isso é que eu digo que não precisam de nada para serem o que são, mas envio essa mensagem mesmo assim porque MERECEM

Lindo domingo de SOL!

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

SENTIMENTO...SAUDADE...


Um dia frio - Recados e Imagens para orkut, facebook, tumblr e hi5

Leia o texto de abaixo e depois leia de baixo para cima

Não te amo mais.
Estarei mentindo dizendo que
Ainda te quero como sempre quis.
Tenho certeza que
Nada foi em vão.
Sinto dentro de mim que
Você não significa nada.
Não poderia dizer jamais que
Alimento um grande amor.
Sinto cada vez mais que
Já te esqueci!
E jamais usarei a frase
EU TE AMO!
Sinto, mas tenho que dizer a verdade
É tarde demais...
Clarice Lispector

terça-feira, 16 de outubro de 2012

CUIDADO COM FALSAS PROMESSAS...



Não nos deixemos enganar por falsas promessas, separemos o joio do trigo...Depende de nós e de nossa escolhas conscientes, representantes no poder que respeitem o povo sem apropriar-se do erário público...
Chega de do "ROUBA, MAS FAZ", CHEGA DE DOUTRINAS QUE SÓ BENEFICIAM determinado partido ou político . Escolhamos pessoas, QUE desejam o bem da NAÇÃO, ESTADO OU MUNICÍPIO e das pessoas de bem (cidadãos)!

Aquele ou aquela que DESONESTO na sua via profissional, NÃO deve representar cidadãos trabalhadores em qualquer ESFERA.

Devemos escolher pessoas que respeitem e valorizem a família, a retidão, o caráter, ao invés de escolhas que facilitem  e nos ofereçam certas VANTAGENS...fica-se com o rabo preso... aliando-nos a essas pessoas, ficamos CADA VEZ  mais pobres e esses que tentam nos enganar com as falsas promessas cada vez mais AUMENTAM SEUS BENS. Merecemos a liberdade de escolha e devemos lutar por ela com unhas e dentes, não aceitar que nos corrompam a alma e os ideais de conseguirmos uma vida melhor por nossos ESFORÇOS E TRABALHO HONESTO!

Acreditemos que valorizando a educação de nossas crianças, adolescentes e jovens, que deve ser papel dos pais e familiares e não do ESTADO, nos levará a um futuro promissor, gerando cidadãos do bem preocupados com o equilíbrio da natureza, e o respeito à VIDA!
Cidadãos  preocupados com a saneamento básico e a construção de moradias em lugares sem risco, comprometidos com o bem estar da sociedade!  ESTES SIM, DEVEM NOS REPRESENTAR!

Pensemos e reflitamos sobre as falsidades que as notícias tendenciosas estão sempre bombardeando em jornais televisivos de gosto popular...noto que as pessoas de maneira geral gostam e apreciam programas e até novelas que nada acrescentam, incitando à vingança, e o povo não torce  mais pela mocinha e mocinho; torce pelo  MAU CARÁTER, PELA MOÇA OU MOÇO DE VIDA FÁCIL (SERÁ)!

Não nos enganemos, o AMOR E A VERDADE VENCEM... SEMPRE...

Não sou carola, preconceituosa, ou o que quer que pensem, preocupo-me com os valores que não saem de moda.. nunca...levar a vida com respeito a si e os outros...o caráter acima de tudo, honrarmos nossa palavra e nome de nossa família, e ser  pontual nos compromissos de qualquer tipo. Errar é humano, persistir no erro só nos prejudica, quando percebemos estamos sem CONTROLE de nossas vidas  nos deixando controlar por outros.

Desculpem o desabafo! Podemos mudar nossas vidas...SIM... NÓS PODEMOS!!!!!

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

GENTILEZA GERA GENTILEZA





Vídeo “One Day” - Empresa Life Vest Inside


GENTILEZA GERA GENTILEZA, vamos começar com essas palavras ecoando em nossa cabeça para que comecemos a praticar a Gentileza em nosso dia-a-dia, em nossa família, em nosso trabalho, com pessoas desconhecidas que encontrarmos na rua, onde se utiliza as palavrinhas mágicas POR FAVOR, COM LICENÇA, MUITO OBRIGADO, ME DESCULPE e POR GENTILEZA, unindo essas palavras com nossos gestos.
GENTILEZA GERA GENTILEZA, o quanto precisamos frisar estas palavras, para que as pessoas venham refletir que é exatamente espalhando e fortalecendo a gentileza que teremos um MUNDO MELHOR para NOSSOS FILHOS, NOSSAS FUTURAS GERAÇÕES.
E que NÃO PRECISAMOS de pessoas MESQUINHAS, EGOÍSTAS E ACIMA DE TUDO ORGULHOSAS!
Quanto mais precisaremos frisar que a INTOLERÂNCIA em todos os sentidos, só acabará quando for GENTIL.
Quanto mais precisaremos frisar para que AGRESSIVIDADE, só acabará quando for GENTIL.
Quanto mais precisaremos frisar que a VIOLÊNCIA, só acabará quando for GENTIL.
Quanto mais precisaremos frisar que O AMOR AO PRÓXIMO, sim aquele “Amor Incondicional” que muitos se ORGULHAM em dizer que sentem, só existe se for GENTIL.
Quanto mais precisaremos frisar para que NOSSOS FILHOS se tornem “Pessoas de Bem”, só existirá se for GENTIL.
Quanto mais precisaremos frisar que o RESPEITO, só existe se for GENTIL.
Quanto mais precisaremos frisar que a CARIDADE, só existe se for GENTIL.
Quanto mais precisaremos frisar que a HUMILDADE, só existe se for GENTIL.
Quanto mais precisaremos frisar que sua CRENÇA e FÉ que formam a sua ESPIRITUALIDADE, só existe se for GENTIL.
Quanto mais precisaremos frisar que a PREPOTÊNCIA, ARROGÂNCIA, EGOÍSMO, MESQUINHES, INVEJA, ORGULHO E EGO só existe quando se pensa que não precisamos uns dos outros, não se esqueça vivemos num mesmo planeta, SOMOS TODOS HUMANOS.
Quanto mais precisaremos frisar que a GENTILEZA é a BASE PARA NOSSOS FILHOS E FUTURAS GERAÇÕES que só assim TEREMOS UM MUNDO MELHOR!

Artigo do Blog Vida Espiritualidade - Mônica Molina de 20/09/2012



SEJAMOS FELIZES COMO OS HAVAIANOS




Em Havaiano, Ho'o significa “causa”, e ponopono quer dizer “perfeição”, portanto Ho’oponopono significa “corrigir um erro” ou “tornar certo”.Você pode através desse sistema se livrar das recordações que tocam repetidamente na sua mente (aquela conversa mental interna incessante - principalmente depois de situações estressantes e desagradáveis) e encontrar a Paz.

Sem os pensamentos se repetindo, sem crenças limitadoras, sem condicionamentos, sem as lembranças dolorosas, um espaço vazio se abre dentro de você.  O Ho’oponopono lhe permite soltar estas recordações dolorosas, que são a causa de tudo que é tipo de desequilíbrios e doenças. Na medida em que a memória é limpa, pensamentos de origem Divina e Inspiração ocupam o vazio dentro de você.A única coisa que devemos fazer é limpar; limpar todas as recordações, com quatro simples frases que abrangem tudo:

 Sinto muito.                Me perdoe.                Te amo.                  Sou grato.

Lembrem-se, um problema é uma memória repetindo uma experiência do passado. O Ho’oponopono é um apelo a Divindade para cancelar as memórias que estão se repetindo como problemas. O Dr. Len mantém essa frase em mente sempre; “A paz começa comigo”, é o que ele procura praticar embora ainda tropece vez ou outra.
                                              Dr. Ihaleakalá Hew Len e kahuna Morrnah Simeona

Com o Ho’oponopono estamos assumindo a responsabilidade pelas memórias que compartilhamos com as outras pessoas. Pesquisas mostram que á todo momento existem 11 milhões de “bits” de informação em nossa volta, mas só percebemos 15 “bits”, e são em cima desses “bits” que julgamos as coisas! Portanto, não sabemos o que realmente está acontecendo. Então dizemos para a Divindade; “Se existe algo acontecendo em mim que me faça vivenciar as pessoas de determinada maneira, eu gostaria de liberar isso.” 

Largando de mão essa vontade de consertar as coisas, de mudar as pessoas, deixando Deus fazer, nós mudamos nosso mundo interior o que causa uma mudança também no mundo externo.
Ser 100% responsável é um caminho de pedras, por ser o intelecto tão insistente.
Quando nos ocorre um problema o intelecto sempre busca alguém ou alguma coisa para culpar. 
Insistimos em procurar fora de nós a origem dos nossos problemas. 


A kahuna* Morrnah Simeona, professora do Dr. Len, ensinava que;
 ”Estamos aqui somente para trazer Paz para nossa própria vida, e se trazemos a Paz para nossa vida tudo em nossa volta descobre seu próprio lugar, seu ritmo e Paz.”. 


Esta é a essência do processo Ho’oponopono.
*”Kahuna” em Havaiano significa “guardião do segredo”

Reportagem do Portal Ho'oponopono Brasil

Sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato devem ser mantras ou orações, como queiram,  para uso diário... Essas simples palavras abrem portas para nosso aprimoramento e mudanças ao redor... 
Com certeza, nos libertam de negatividades e obstáculos criados por pensamentos repetitivos!


quinta-feira, 27 de setembro de 2012

COLHER BONS FRUTOS É TÃO IMPORTANTE QUANTO SEMEAR

 

A humanidade teve a oportunidade de conhecer pregadores do "AMOR" verdadeiro, que contrasta com a má intenção de certo discurso vazio que engana e convence os distraídos, mas que, na verdade, é um instrumento do ódio e da intolerância com o contraditório.

Foi o mau uso da palavra que deu origem a grandes tragédias.
Ainda é a palavra que ilude a causadora de conflitos que geram a violência e a hostilidade entre irmãos.

No Brasil, a ideologia que combate o cidadão que insiste em conservar os "valores" e as "virtudes" avança e conquista cada vez mais adeptos.
Tudo é questão de "MODISMO", facilitado pela adesão das celebridades que deslumbram possíveis seguidores da prática nefasta de degradação da sociedade.

Chegamos a um nível de decadência tão lamentável, que poucos contestam a idolatria aos que cometeram crimes no passado - assaltos, sequestros, assassinatos - em nome de um projeto de poder que em determinado momento fracassou porque o povo reagiu. Mas agora, infelizmente, prospera sem resistência. Muitos condenam os escândalos de corrupção, como o Mensalão, mas continuam elegendo os protagonistas desses esquemas.

O suposto paternalismo (atualmente a autoridade máxima é a "mãe") segue com sucesso o plano de nos tornar idiotas e dependentes economicamente, para depois "tomar conta de nós". O que chamam de Estado forte se estabelece numa Nação de fracos.
Os mesmos que condenam os políticos que se vendem em troca de cargos ou Mensalão são os que aplaudem os pacotes lançados pelo governo que fazem da população e do setor produtivo reféns da vontade da presidência da República. Assim, vai chegar o ponto no qual ninguém mais vai conseguir andar com as próprias pernas.

Para a massa que vai perdendo sua identidade a cada ação que inibe a possibilidade de reflexão - geralmente a tática é a do constrangimento aos que ousam questionar "o que todo mundo diz" - o carnê de uma loja de eletrodoméstico compensa o esgoto na porta de casa, o crédito fácil (agiotagem) faz com que o indivíduo não se importe com a precariedade nos serviços de saúde (pública e particular também), o mundo sai às ruas exigindo emprego enquanto muitos brasileiros comemoram o fato de não precisar trabalhar, a dependência dos programas sociais destrói a dignidade do cidadão e condena o futuro de gerações de jovens, mas seus "algozes" são endeusados.

Os ensinamentos dos Grandes Mestres sucumbem às tentações materiais, mesmo que sejam "facilidades" de valor irrisório, e os ideais de "iluminados" que compram consciências e ditam regras estão substituindo os princípios que até então garantiam a promoção humana, o livre arbítrio com respeito ao próximo e a harmonia nas relações humanas.

Abaixo, uma aula sobre esses conceitos que são difundidos de maneira tão equivocada em nosso país.
Excelente artigo de Luiz Felipe Pondé, publicado na Folha. Leiam:  

Contra os comissários da ignorância

O que é conservadorismo? Tratar o pensamento político conservador (“liberal-conservative”) como boçalidade da classe média é filosofia de gente que tem medo de debater ideias e gosta de séquitos babões, e não de alunos.
(...)

Enquanto os britânicos se preocupavam em pensar uma “sociologia das virtudes” e os americanos, uma “política da liberdade”, inaugurando a moderna ciência política de fato, os franceses deliravam com uma razão descolada da realidade e que pretendia “refazer” o mundo como ela achava que devia ser e, com isso, fundaram a falsa ciência política, a da esquerda. Segundo Himmelfarb, uma “ideologia da razão”.

O pensamento conservador se caracteriza pela dúvida cética com relação às engenharias político-sociais herdeiras de Jean-Jacques Rousseau (a “ideologia da razão”).
Marx nada mais é do que o rebento mais famoso desta herança que costuma “amar a humanidade, mas detestar seu semelhante” (Burke).

O resultado prático desse “amor abstrato” é a maior engenharia de morte que o mundo conheceu: as revoluções marxistas que ainda são levadas a sério por nossos comissários da ignorância que discutem conservadorismo na cozinha de suas casas para sua própria torcida.

Outro traço desta tradição é criar “teorias de gabinete” (Burke), que se caracterizam pelo seguinte: nos termos de David Hume (“Investigações sobre o Entendimento Humano e sobre os Princípios da Moral”, ed. Unesp), o racionalismo político é idêntico ao fanatismo calvinista, e nesta posição A RAZÃO POLÍTICA DELIRA SE FINGINDO DE REDENTORA DO MUNDO. Mundo este que na realidade abomina na sua forma concreta.

A dúvida conservadora é filha da mais pura tradição empirista britânica, ao passo que os comissários da ignorância são filhos dos delírios de Rousseau e de seus fanáticos.
(...)

Conservador não é gente que quer que pobre se ferre, é gente que acha que pobre só para de se ferrar quando vive numa sociedade de mercado que gera emprego. Não existe partido “liberal-conservative” no Brasil, só esquerda fanática e corruptos de esquerda e de direita.

domingo, 23 de setembro de 2012

PRIMAVERA NO AR


Todo ano, em maio, a cidade de Girona, na Espanha, fica coberta de flores e transborda boas ideias. É a celebração da primavera, que, em 2012, teve como inspiração maior um teto de ferro armado com apliques de margaridas suspenso sobre a rua Nou del Teatre, no centro antigo. Pensada pelos jovens arquitetos Mireia Luzárraga e Alejandro Muiño, sócios do escritório Takk Architecture, a instalação cobriu a rua e os visitantes. "Além de comemorar a temporada das flores, quisemos oferecer uma experiência para os moradores e visitantes da cidade. Por isso,criamos uma estrutura vazada, com flores naturais inseridas”, conta Mireia. À medida que o sol atravessa a renda de ferro, cria-se uma paisagem de sombras projetada no chão, nas fachadas dos prédios e sobre as pessoas. “Batizamos o trabalho de Paraíso”, diz Alejandro. Elevada a 4,50 m e medindo 3,12 m de largura, a cobertura foi o resultado de um concurso promovido pela prefeitura local. Mais de 300 projetos foram apresentados e, desses,40 escolhidos.




Reportagem publicada na Revista Bons Fluidos